O desenvolvimento das novas tecnologias na engenharia e na arquitetura tem provocado uma verdadeira revolução na habitação. Além de se procurarem materiais naturais, renováveis e recicláveis, há cada vez mais uma maior preocupação com a integração no ambiente. É caso para se dizer, que estamos numa nova era, na qual os prédios que se destacam pela altura e grandeza são substituídos pelas moradias que mal se notam.

O projeto da Casa Invisível é o melhor exemplo disso. Com a assinatura do conceituado gabinete de arquitetura espanhol, Morph Studio, conhecido pelos seus projetos irreverentes, este não é exceção. O nome não engana. Tal como o que se tem vindo a tornar tendência, integra-se na natureza de forma incrível adaptando-se à morfologia e às formas naturais do terreno.

“Trata-se de um projeto, onde o design se funde de forma harmoniosa com a natureza envolvente, com linhas não invasivas, capazes de respeitar a paisagem”, diz-nos a responsável de comunicação. Não sendo uma construção fixa e finalizada, está ainda na fase de estudo preliminar e pode ainda ser adaptada às necessidades de cada família. Promete já, porém, “oferecer a oportunidade de experienciar uma conexão única com a natureza”.

Não pense que se trata de uma casa ao estilo de “O Hobbit”, escondida e meio enterrada no topo de colinas verdes. Ou melhor, até que sim, mas de uma forma muito mais moderna e inspiradora. A arquitetura não deixa espaço para dúvidas. Fortemente conectada com a natureza, é uma sugestão perfeita para quem está a pensar trazer uma mudança para a vida e tornar-se mais naturalista.

Onde fica? No Belas Clube de Campo, um paraíso criado há mais de 20 anos com o cunho de André Jordan Group. “A localização e enquadramento únicos do Belas Clube de Campo têm atraído muitas famílias que procuram qualidade, contato com a natureza e proximidade a Lisboa. Além disto, a vasta oferta de serviços, como escola (Jardim-Escola João de Deus de Belas), restaurantes, golfe, ténis, padel e minimercado, dentro do empreendimento, vêm reforçar todas as características e marcar a diferença face à restante oferta no mercado”, garante a mesma fonte.

Em pleno parque florestal, rodeado de natureza, a apenas poucos minutos do centro de Lisboa, das praias de Cascais e da histórica vila de Sintra, “não há nenhum espaço como este, que consiga conciliar de forma tão natural a modernidade com a natureza”. Não é de estranhar, portanto, que depois da pandemia a procura por lotes para construção de moradias neste espaço tenha aumentado.

Na Casa Invisível a arquitetura funde-se totalmente com a topografia do local, num traço que pretende ser o menos invasivo possível, aumentando o valor da integração da arquitetura ao ambiente natural circundante. O projeto nasce da premissa de criar uma casa familiar, diferente e única, em perfeita ligação com o exterior. Distingue-se, então, pela forma impressionante pela qual o seu design se funde. “Basta ver as imagens para percebermos isso”, afirma.

Quanto a preços, “os valores vão depender de vários fatores, nomeadamente das soluções construtivas e da escolha dos acabamentos por parte dos proprietários”. Com áreas desde 700 metros quadrados, cada uma começa nos 400 mil euros. Ainda assim, a responsável de comunicação da Morph Studio assegura que “os lotes são devidamente infraestruturados, facilitando e reduzindo os tempos de aprovação de cada projeto”.

Consulte o artigo completo aqui.