Ei-los: os vencedores da terceira edição do Prémio Nacional de Turismo

Numa cerimónia realizada em Lisboa, foram anunciados os grandes vencedores da terceira edição do Prémio Nacional de Turismo, uma iniciativa do Expresso e do BPI, relativa a 2021. O empresário André Jordan recebeu o Prémio Carreira

Marcada pelo regresso aos eventos presenciais, a cerimónia que consagrou os grandes vencedores do Prémio Nacional de Turismo 2021, decorreu esta tarde, em Lisboa, marcada pelo otimismo em relação à recuperação do setor, após dois anos de pandemia. Promovida pelo Expresso e pelo BPI, a iniciativa, que contou com 439 candidaturas, distingue as melhores empresas, práticas e projetos turísticos em Portugal.

 

“Olhando para o futuro e antecipando as necessidades do sector para dar resposta aos desafios atuais”, lê-se no regulamento do projeto, os prémios e menções honrosas desta terceira edição do Prémio Nacional de Turismo (PNT) – que conta com o alto patrocínio do Ministério da Economia e da Transição Digital, o apoio institucional do Turismo de Portugal, e o apoio técnico da Deloitte enquanto knowledge partner – foram atribuídos a cinco categorias: Turismo Autêntico, Turismo Gastronómico, Turismo Inclusivo, Turismo Inovador e Turismo Sustentável. As escolhas tiverem também como critérios a capacidade de resposta ao impacto da pandemia de Covid 19, inovação, digitalização e ligação ao consumidor, tendo em consideração os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU.

Turismo Autêntico

Com o propósito de destacar projetos que valorizam os recursos culturais e naturais do território nacional, e as experiências de turismo autênticas, nomeadamente que promovem o interior do país, o PNT distinguiu, na categoria de Turismo Autêntico, o projeto Cerdeira – Home for Creativity, no concelho da Lousã, reconhecido pela forma como conseguiu recuperar uma aldeia de xisto, e fundir a reabilitação de uma unidade de alojamento rural com a vertente de turismo criativo, apoiada em iniciativas de artes e ofícios (cursos e workshops), em residências artísticas e promoção do nomadismo digital.

“Estamos no limiar de uma nova era no turismo. Temos de abandonar as hesitações e seguir em frente”

André Jordan

Turismo Sustentável

Na categoria de Turismo Sustentável, o grande vencedor foi o Sentido Galomar, na ilha da Madeira, que investiu €9,7 milhões na recuperação e reconversão de um antigo hotel com um foco ambiental e autossuficiente em energia. Foi o primeiro green hotel em Portugal e, neste momento, o excedente de produção energética é disponibilizado a outras unidades do grupo que integram este resort à beira-mar. O júri do PNT decidiu ainda atribuir, na categoria Turismo Sustentável, uma menção honrosa ao hotel Noah Surf House, na praia de Santa Cruz, no concelho de Torres Vedras.

Turismo Gastronómico

“Premiar projetos que apostem de oferta gastronómica diferenciada e autêntica, alicerçada na valorização e promoção da gastronomia regional e nacional” foi o desafio inscrito nas condições para o júri do PNT escolher o vencedor da categoria Turismo Gastronómico. O prémio foi atribuído à Rota do Petisco, uma iniciativa da Teia D’Impulsos – Associação Cultural, Social e Desportiva, com sede em Portimão. Começou por ser um evento local mas, atualmente, a Rota do Petisco junta 290 restaurantes de 13 concelhos algarvios, com o objetivo de promover a gastronomia regional, captar novos visitantes e combater a sazonalidade.

Turismo Inclusivo

Na categoria de Turismo Inclusivo, o vencedor foi o projeto AccessTUR promovido pela Accessible Portugal, com o apoio do Turismo do Centro, e das sete Comunidades Intermunicipais (CIMs) da região. O grande objetivo é a “promoção do turismo acessível e inclusão social”, bem como a “desmistificação dos preconceitos e estereótipos sobre as pessoas com deficiência ou algum tipo de característica diferenciadora e/ou necessidades especiais”. Nesta categoria, foi ainda destacada com uma menção honrosa a GuestAccess, uma webapp gratuita criada pelo NEST – Centro de Inovação do Turismo e a Associação Accessible Portugal, para “capacitar os colaboradores de alojamentos turísticos (desde hotéis ao alojamento local) sobre a temática da acessibilidade”.

439

  • é o número de candidaturas que deram origem aos vencedores da terceira edição do Prémio Nacional de Turismo

Turismo Inovador

Inaugurado em julho de 2020, já em plena pandemia, o WOW – World of Wine, é um gigantesco projeto nascido nas encostas de Vila Nova de Gaia, e que se transformou em quarteirão cultural, com museus temáticos, restaurantes, bares, cafés, galerias, espaços para exposições e uma escola de vinho e que conquistou o prémio Turismo Inovador. O investimento neste projeto, que promove os setores estratégicos da região, do vinho à cortiça, e da história ao património, rondou €106 milhões. A Ponte Suspensa 516 Arouca, já reconhecida através de várias distinções internacionais, recebeu uma menção honrosa nesta categoria.

Prémio Carreira

Um dos momentos altos da cerimónia foi a distinção do empresário e empreendedor André Jordan, com o Prémio Carreira do PNT. Mentor e promotor de projetos turísticos únicos em Portugal, como a Quinta do Lago (em Vilamoura) ou o Belas Clube de Campo, o empresário nascido na Polónia em 1933 é considerado como “o pai do turismo português”, pela forma como ajudou a colocar o país no mapa mundial do turismo de qualidade, através de uma visão de longo prazo, que sempre teve as questões ambientais e de sustentabilidade como pilares. Nas edições anteriores o PNT distinguiu as carreiras de Dionísio Pestana (Fundador e presidente do Pestana Hotel Group) e Mário Pereira Gonçalves (Presidente da AHRESP – Associação da Hotelaria, Restauração e Similares de Portugal).

A qualidade das candidaturas apresentadas à terceira edição do Prémio Nacional de Turismo foi avaliada por Comités Técnicos e por um Júri, constituído por representantes de diferentes quadrantes da sociedade portuguesa. Qualidade e inovação da oferta, satisfação do cliente, qualificação ambiental, performance operacional, e contributo para o desenvolvimento turístico, foram alguns dos critérios considerados para essa avaliação e eleição dos vencedores.

Consulte o artigo completo aqui.