Embaixada Britânica em Portugal atribuiu esta quinta-feira, 22 de julho, a condecoração a André Jordan, empresário que criou a Quinta do Lago e aquele que é considerado por alguns como o “pai do turismo português”.

O prémio foi entregue na Residência Oficial, em Lisboa, por Chris Sainty, o Embaixador do Reino Unido em Portugal especialmente como forma de reconhecimento da dedicação e os serviços prestados por Jordan para o desenvolvimento do Duke of Edinburgh”s Internacional Award.

“É com enorme satisfação que entrego a André Jordan a condecoração de Oficial Honorário da Mais Excelente Ordem do Império Britânico. Este é o reconhecimento em nome de Sua Majestade a Rainha Isabel II pela notável contribuição de André Jordan para o Duke of Edinburgh”s International Award. Realço a dedicação de André pelo desenvolvimento dos jovens em Portugal e no Mundo. E a forma como abraçou o projeto lançado pelo Duque de Edimburgo criando algo verdadeiramente extraordinário em Portugal”, disse Chris Sainty, segundo um comunicado enviado à imprensa, referindo ainda que André Jordan é uma das figuras que mais contribuiu para aliança e relação estabelecidas entre a Grã-Bretanha e Portugal.

Com esta condecoração, André Jordan passa agora a fazer parte do conjunto restrito de personalidades homenageadas por Isabel II.

O Duke of Edinburgh”s Internacional Award, fundado em 1956 na Grã-Bretanha, está em 144 países, contando com a participação de mais de 7 milhões de jovens e de 350 mil novos participantes anualmente. Em Portugal, existe o Prémio Infante D. Henrique, de 1987, sendo o Duque de Brangança o Presidente de Honra e, entre 1995 e 2001, foi André Jordan o Presidente Executivo.

Consulte o artigo completo aqui.