André Jordan homenageado pela rainha de Inglaterra

O criador da Quinta do Lago acabou de ser nomeado Oficial da Ordem do Império Britânico, passando a integrar o conjunto personalidades homenageadas em 2021 pela Rainha Isabel II

O empresário André Jordan, que se notabilizou em Portugal por ter criado a Quinta do Lago e desenvolvido o projeto Vilamoura XXI, além do Belas Clube de campo no concelho de Sintra, acabou de ser nomeado Oficial da Ordem do Império Britânico (OBE), pela “dedicação” e serviços prestados em prol do desenvolvimento do Duke of Edinburgh’s Internacional Award.

André Jordan passa assim a integrar o conjunto personalidades homenageadas em 2021 pela Rainha Isabel II, que serão divulgadas por ocasião do seu aniversário, a 21 de abril.

“André Jordan tem sido um grande defensor do Prémio nos últimos trinta anos, o que demonstra a sua dedicação em ajudar os jovens a encontrar o seu propósito, a alcançar os seus objetivos e a encontrar um lugar no mundo”, enfatizou John May, secretário-geral do Duke of Edinburgh’s International Award, frisando que “tal dedicação ilustra bem a razão porque esta nomeação é tão merecida”.

John May salientou ainda que André Jordan apoiou o Prémio como World Fellow, foi fundador do Conselho Consultivo do International Special Projects do Duke of Edinburgh’s Award e “fomentou as ligações a novos filantropos”.

Fundado pelo Duque de Edimburgo em 1956, o prémio visa abrir oportunidades a 1% da população jovem até 2023, o equivalente a 7,9 milhões de jovens.

Criado em Inglaterra, na Grã-Bretanha, o Duke of Edinburgh’s Internacional Award está presente em 144 países, e em Portugal tem a sua versão nacional no Prémio Infante D. Henrique – que foi criado em 1987, tem como ‘Presidente de Honra’ o Duque de Bragança, e teve André Jordan como Presidente Executivo entre 1995 e 2001.

Consulte o artigo completo aqui.

Partilhar

Share on facebook
Share on linkedin