Arrendamento Marca Noite de Prémios André Jordan 2018

O mercado de arrendamento foi o tema comum aos três trabalhos distinguidos no âmbito do Prémio André Jordan 2018, revelando a importância do tema a nível urbanístico e social, bem como a necessidade de novas políticas públicas para a recuperação do mercado, que valorizem a oferta de habitação para arrendamento no centro das cidades.

O júri do Prémio André Jordan, presidido pelo professor Augusto Mateus, elegeu como vencedor da edição de 2018, na categoria de Doutoramentos / Artigos Científicos, a tese de Doutoramento de João Appleton, do Instituto Superior Técnico (UTL). Sob o tema “A Avenida Almirante Reis, uma História Construída do Prédio de Rendimento em Lisboa”, o trabalho reflecte sobre o mercado de arrendamento na cidade de Lisboa.

A Menção Honrosa deste ano, na categoria Teses de Doutoramento/Artigos Científicos foi atribuída a Sónia Alves, do Instituto de Ciências Sociais da Universidade de Lisboa e do Danish Building Research Institute da Aalborg University, em Copenhaga, com o artigo “Poles Apart? A Comparative Study of Housing Policies and Outcomes in Portugal and Denmark”. Este trabalho faz um estudo comparativo das políticas de habitação e dos regimes de propriedade dominantes entre Portugal e a Dinamarca.

O prémio na categoria de Dissertações de Mestrado foi, este ano, entregue a Karl Benjamin Kraehmer, do Politécnico di Torino, que sob o tema “Gentrification without Gentry? Tourism and Real Estate Investment in Lisbon” faz uma síntese do mercado de alojamento local na cidade de Lisboa e do seu percurso, na perspectiva de um autor estrangeiro sobre a evolução deste mercado e em que contexto surge.

Leia o artigo completo aqui.

Partilhar

Share on facebook
Share on linkedin