O Clube de Golfe de Belas está a assinalar o seu 20.º aniversário, efeméride que se celebra num ano em que o campo conta crescer 30% na actividade de golfe, resultado que, segundo o Belas Clube de Campo, se deve aos investimentos que têm vindo a ser realizados.

“A melhoria do serviço e das condições do campo, a par com uma estratégia focada nas necessidades dos praticantes da modalidade, permitiu-lhe um aumento de 5,2% nas voltas dos sócios. Face à estratégia implementada, com pacotes inovadores, novos produtos, serviços e melhoramentos do campo, prevê-se que, no balanço de 2018, a actividade do golfe apresente um crescimento na ordem dos 30%”, refere o Belas Clube de Campo numa nota enviada à imprensa.

Fundamental para o crescimento da actividade foi a Academia de Golfe de Belas, que tem vindo a apostar na inovação dos produtos e programas oferecidos, bem como na dinâmica implementada, numa estratégia que tem “aumentado a notoriedade da Academia e cativado novas subscrições, que resultaram num aumento de 88% face ao ano anterior”.

“Actualmente liderada por Marco Rios e com a campeã de golfe brasileira Clara Teixeira como Academy Manager, a Academia tem atraído centenas de novos jogadores, através de uma variedade de programas de golfe, tanto para jogadores que se iniciam na modalidade como para jogadores que querem melhorar o seu jogo, tendo ainda formado alguns dos melhores amadores e profissionais de Portugal”, acrescenta o Belas Clube de Campo.

Entre a oferta da Academia de Golfe, o Belas Clube de Campo destaca o ‘Programa Júnior’, para jovens dos 5 aos 18 anos, o ‘Programa das 12 semanas’, clínicas temáticas e outros formatos, ainda que a principal aposta seja “a Academia Júnior de Golfe, da responsabilidade de Clara Teixeira, que mais do que golfistas, pretende formar estudantes-atletas que tanto no desporto quanto na vida aprendam valores como disciplina”.

“A criação de novos produtos tem, aliás, sido essencial para o Golfe do Belas Clube de Campo fazer face a um mercado nacional muito competitivo, com poucos jogadores e muitos campos”, refere ainda a mesma informação.

Paul Saunders, director de Golfe do Belas Clube de Campo, sublinha que foi necessário “criar produtos inovadores e competitivos, sempre com o objectivo de tornar o Belas Clube de Campo no campo de eleição a nível nacional”, a exemplo dos “pacotes com transporte incluído, de e para o aeroporto, que permitem aos golfistas jogar no Belas Clube de Campo no primeiro ou no último dia da sua estadia”, estratégia que “tem impactado positivamente também a ocupação da frota de buggies e as vendas na loja do Clube, que cresceram 19%”.

Para assinalar o 20.º aniversário do Clube de Golfe, foi criada a Taça André Jordan, troféu que visa homenagear “o fundador do Belas Clube de Campo e grande impulsionador do Clube de Golfe de Belas”, num evento que contou com dezenas de participantes.

Fundado em 1998, o Clube de Golfe de Belas surgiu numa altura em que havia poucos campos de Golfe na região de Lisboa e marcou, desde logo, a diferença pelo traçado original e exigente do seu campo, desenhado pelo arquitecto William “Rocky” Roquemore, assim como por estar inserido numa envolvente florestal deslumbrante e a uma curta distância do centro de Lisboa.

Leia o artigo completo aqui.